Porque trabalhar como Assistente Virtual é uma tendência * Como ser assistente virtual
doubt1
5 dicas para lidar com o medo de empreender
20 de outubro de 2017
foto_home1
Aprenda a criar seu próprio trabalho
1 de novembro de 2017

Porque trabalhar como Assistente Virtual é uma tendência

Virtual-Assistant-1

 

 

Esqueça a imagem de assistentes executivos com oportunidades de trabalho escassas e salários baixos. A carreira ganhou força nos últimos anos com a internet e se apresenta como uma nova roupagem aos interessados – a de assistente virtual. A área se tornou tendência de mercado e já gera renda para mais de 40 milhões de pessoas nos Estados Unidos e Europa.

Os brasileiros também já descobriram que a profissão está em expansão e a cada dia aumenta tanto a procura por esse tipo de serviços, quanto os profissionais que estão atuando nessa área.

 

Listamos quatro motivos que mostram porque esta é a época dourada dos assistentes virtuais:

1 – Flexibilidade na crise

O país tem nada menos que 12 milhões de pessoas desempregadas e empresas fazendo malabarismos para permanecerem na ativa. As empresas menores, em especial, apresentam dificuldades maiores para arcar com encargos de um empregado fixo e custos relacionados a postos de trabalho. É aqui que entram os assistentes virtuais. Estes profissionais oferecem não só habilidades específicas, mas também despesas menores, flexibilidade na contratação e na própria forma de serem remunerados – são pagos de acordo com a produtividade que apresentam.

 

2 – Vários nichos para escolher

Um assistente virtual explora uma combinação específica de habilidades. Isso pode incluir a oferta de tarefas administrativas, financeiras, recursos humanos, de relacionamento com clientes, de gerenciamento de redes sociais, entre outras áreas. Cabe ao profissional escolher um nicho para atuar, partindo dos seus conhecimentos e habilidades. O mercado é amplo e oferece oportunidades para todos – ao contrário do que muitas pessoas pensam, essa não é um profissão exclusivamente feminina!

 

3 – Possibilidade ilimitada de ganhos

Não há limite de ganhos para quem é assistente virtual. O profissional pode iniciar a carreira oferecendo serviços básicos e, em um segundo momento, mais complexos. Essa diferenciação no nível das tarefas pode elevar os ganhos e ser negociada com os clientes. Você também pode trabalhar para quantas empresas quiser.

 

4 – Liberdade e qualidade de vida

O assistente virtual pode desenvolver qualquer tarefa que não dependa exclusivamente da sua presença física na empresa para a qual presta serviços. Isso possibilita que o profissional atue remotamente e tenha liberdade para trabalhar de onde quiser e por quanto tempo quiser. Além disso, você terá uma relação de parceria com seus clientes – bem diferente das relações hierárquicas da CLT.

Conheça o curso que vai te que traz o passo a passo para criar seu próprio trabalho, com encontros semanais e uma comunidade de pessoas se apoiando para vencer os medos e inseguranças. Mais do que um curso, todo o apoio que você precisa para entrar no mercado de assistência virtual!

http://curso.comoserassistentevirtual.com.br/?mcr=ADU477147