"Comecei a fazer o curso e aprendi o que eu já não sabia mais!" * Como ser assistente virtual

“Comecei a fazer o curso e aprendi o que eu já não sabia mais!”

Rosicler Boeing

Começamos mais uma semana, cheia de energia e vitalidade! E as comemorações de 2 anos do curso Como Ser Assistente Virtual continuam.

Para começar bem essa semana, vamos conhecer o depoimento de uma mulher realmente empoderada. Vejam abaixo o depoimento da aluna Rosicler Boeing!

 

Depoimento Rosicler Boeing

Eu sempre circulei pelas áreas comercial / marketing (eventos) / administrativo. Durante toda a minha vida profissional, tive “recaídas” abrindo meu próprio negócio, ora como empresária no ramo de confecção, ora como empresária no ramo de informática, ora como organizadora de eventos. Mas… acabava voltando para o velho e conhecidíssimo CLT.

Até que um belo dia, conheci meu marido argentino e me casei com ele. Porém, tinha um pequeno detalhe: deveria largar tudo e viver em outro país. Pensei: eu sempre tive coragem para tantas coisas, então por quê não? Lá fui eu de mala e cuia, aprender uma nova cultura e um novo idioma.

Assim foi por quatro anos, indo e vindo, me dividindo entre os 2 países. No entanto, quis o destino que eu voltasse a viver na minha amada Curitiba e aquela vontade louca de voltar a empreender desenvolvendo atividades que eu conheço muito bem, voltou comigo! Até porque não trabalhar, não produzir, não sentir o sabor de crescer… é algo insuportável!

O que eu não queria, isso eu sabia muito bem, era estar presa entre quatro paredes, me submetendo a horários que não me dariam liberdade, ganhando muito aquém da minha vontade e capacidade.

Eu já conhecia a Camile há muitos anos e também já tinha acompanhado os primeiros passos dela nesse novo mundo maravilhoso e desafiador. Toda força, coragem e desafios que ela teve de enfrentar e como ela superou tudo isso… Pensei: aí está a resposta aos meus anseios!

Comecei a fazer o curso e aprendi o que eu já não sabia mais!

Conhecer novas ferramentas, dominá-las para poder desenvolver esse trabalho a distância, voltar a me conectar com pessoas, mas acima de tudo, comecei a superar minhas resistências e meus medos, me reconhecer, me desafiar… Isso me trouxe novo alento.

Novos desafios, uma nova caminhada, realização, independência e liberdade!

Tudo o que eu preciso para ser feliz!