A falsa segurança da CLT e a reviravolta através do trabalho como Assistente Virtual

Publicado em: 6/08/2021

As mudanças recentes no mercado de trabalho, que foram intensificadas com a pandemia do Covid-19, afetaram de forma severa a vida de muitas pessoas. As empresas precisaram se adaptar para atenderem aos seus clientes no ambiente digital – e muitas acabaram fechando as portas ou demitindo seus funcionários. A Patrícia Abreu foi uma dessas pessoas que perdeu seu trabalho neste momento. 

Ela se sentia segura no emprego que tinha como CLT, e o desligamento da empresa afetou sua autoconfiança. Foi realmente um período difícil. Então, precisou encontrar outras saídas, reinventar sua carreira.

“Minha transição começou pouco mais de 1 ano atrás, da falsa segurança que eu tinha do formato de trabalho CLT para o desemprego, início de uma pandemia e o nascimento ‘a fórceps’ ? de uma empreendedora.”

Patrícia Abreu, Assistente Virtual

Logo que iniciou seus estudos em Assistência Virtual, percebeu as inúmeras oportunidades que o mundo digital possibilita para trabalhar. Arregaçou as mangas, buscou apoio nas mentorias ao vivo e na comunidade de alunas e foi à luta.

Em um ano, ela já atendeu entre 15 e 20 clientes prestando serviços administrativos, financeiros, comerciais, RH, atendimento, gestão de projetos e de processos. 

Patrícia quer continuar crescendo, dar oportunidades a outras pessoas e contribuir cada vez mais com seus clientes. “Já estou construindo uma rede de apoio e parcerias para aumentar minha carteira de clientes, contratando outras AVs – meu marido é o 1º AV oficial da empresa, vai virar sócio em breve!” ?

Você se interessou e quer criar seu próprio trabalho como AV, assim como a Patrícia?

Conheça a Formação mais completa do mercado: Clique aqui e saiba mais!

Publicações relacionadas