Assistente Virtual x Inteligência Artificial: Aprenda a dominar a Inteligência Artificial e impulsione sua carreira de AV

Ferramentas

No final de 2022 e por todo ano de 2023, a inteligência artificial foi um tema de interesse nos mais variados setores do mercado, que fez parte de muitas pautas e discussões, causando certa ansiedade e por outro lado alívio. Tudo depende do quanto se tem de compreensão sobre a IA, afinal, ela vem se instalando na rotina de pessoas do mundo inteiro através de softwares, aplicativos e outros recursos presentes na Internet.

Vamos entender as principais estatísticas do impacto da IA e a projeções feitas a partir dela:

Essas estatísticas são a prova de que a IA veio para ficar, embora tenha nascido com certa força na década de 40, no século passado. Ou seja, usar IAs em nossas rotinas não é algo absolutamente novo.

É importante que você leia também Assistente Virtual: Conheça a Profissão que Está Mudando o Mercado de Trabalho.

O que é Inteligência Artificial e qual o papel dela no dia-a-dia dos negócios e das empresas?

Inteligência Artificial, se refere a sistemas de computador programados para simular a inteligência humana e executar tarefas que de outra forma exigiram cognição humana e tomada de decisão.

Em vez de serem explicitamente programados para cada cenário, os sistemas de IA são projetados para usar grandes conjuntos de dados e algoritmos para aprender por conta própria, autocorrigir e concluir tarefas.

Algumas características da IA ​​incluem a capacidade de compreender a linguagem natural, reconhecer imagens e fala, fazer previsões e recomendações, adaptar-se a novos dados e concluir tarefas automaticamente com base em análises avançadas. 

O objetivo da IA ​​não é necessariamente replicar a inteligência humana, mas sim utilizar a tecnologia de formas que aumentem as capacidades humanas e excedam as limitações humanas em termos de escala, complexidade e velocidade.

Ela está transformando o trabalho em todos os setores, automatizando tarefas rotineiras e aumentando as capacidades humanas. 

E mesmo que algumas tarefas possam ser realizadas pela IA e pela automação, serão criadas ainda mais funções para apoiar os sistemas de IA, e com isso, exigirá novas competências dos trabalhadores em matéria de análise de dados, desenvolvimento de software, pensamento criativo e comunicação interpessoal, que as máquinas não conseguem igualar. 

Em vez da automação total que substitui os trabalhadores humanos, a ascensão da IA ​​está a conduzir mais à colaboração e ao aumento produtivo entre pessoas e máquinas.

 

O impacto da IA ​​no mercado de trabalho

A inteligência artificial está transformando o mercado de trabalho de maneiras significativas. 

De acordo com um relatório recente da McKinsey, a IA poderá substituir até 800 milhões de empregos até 2030, período em que algumas profissões vão sumir, ao mesmo tempo em que criará novas funções e oportunidades. Os impactos variam entre indústrias e ocupações.

Para funções administrativas e de suporte de escritório, como assistentes virtuais, a IA traz a automação de tarefas repetitivas, mas também cria demanda por novas habilidades. 

De acordo com o Fórum Econômico Mundial edição 2023, a tecnologia deve impactar radicalmente mais de 1 bilhão de empregos nos próximos dez anos, e com isso uma preocupação se torna latente, afinal, a maior parte da população mundial ainda não está preparada para desenvolver novas aptidões que respondem diretamente à tecnologia e à inovação, e com isso o mundo pode estar diante de um grande problema que vai refletir em diversos setores. 

Outro dado que chama a atenção é o fato de as oportunidades de empregos com crescimento mais rápido são as que envolvem especialistas em IA e aprendizado de máquina, especialistas em sustentabilidade, analistas de inteligência de negócios e especialistas em segurança da informação.

No entanto, as habilidades de referência de interação humana, como gerenciamento de equipes, colaboração e gestão, têm menos probabilidade – quase nula -, de serem automatizadas.

Na rotina de uma assistente virtual isso significa que o trabalho pode passar de tarefas puramente administrativas para responsabilidades mais estratégicas. 

As Assistentes Virtuais (AV), podem gastar menos tempo em agendamentos, entrada de dados, definição de compromissos e mais em análise de negócios, gerenciamento de projetos,  suporte de alto nível, construção de relacionamentos, resolução de problemas e tomada de decisões.

Habilidades interpessoais como inteligência emocional e afetiva, e criatividade se tornarão ainda mais valiosas no futuro com a IA.

A adoção estratégica de ferramentas de IA aumentará a produtividade de uma AV e permitirá que forneçam maior qualidade de informações referentes ao trabalho que desenvolvem, consequentemente gerando mais valor para a própria atuação. 

 

Gerando oportunidades com o uso da IA

Com a IA lidando com o processamento e análise de dados rotineiros, os trabalhadores podem dedicar sua energia à interpretação dos insights, planejamento estratégico e soluções mais inovadoras para os problemas, encontrando melhores formas de criar seus processos de execução.

Em sua rotina, para ampliar a entrega de seu trabalho junto aos seus clientes, uma AV pode contar com a eficácia dos sistemas de IA para coletar, processar e apresentar informações relevantes de maneira eficiente e veloz, com dados concisos e que possam influenciar a tomada de melhores decisões para o negócio como um todo.

Isso permite que as pessoas maximizem seus pontos fortes, suas técnicas e habilidades, produzindo mais e com mais assertividade e qualidade.

E aqui começamos a observar a importância do preparo ao uso das IAs, afinal, à medida que as empresas adotam sistemas inteligentes, necessitam de pessoas que entendam das ferramentas, que possam ser especialistas e programadores de IA e implementar adequadamente a tecnologia nos processos do dia a dia, garantindo um bom desempenho e treinar continuamente os sistemas com novos dados. 

Não adianta existir um vasto número de IAs, se as pessoas não souberem como usá-las na execução das tarefas. Esse é o grande X da questão! E o ChatGPT foi e está sendo uma das grandes provas desse cenário.

Os trabalhadores adeptos do uso de ferramentas de IA e do aproveitamento de insights gerados por IA estarão em melhor posição para avançar em suas carreiras, se tornando mais competitivos em relação aos demais. 

 

Como funciona a IA

Muitas pessoas presumem que a inteligência artificial funciona como um “ser humano” – pensando, raciocinando e tomando decisões conscientes. Não é atoa que o questionamento “os robôs vão substituir a mão de obra humana é corriqueiro”. No entanto, a realidade é bem diferente. 

A IA é baseada em dados, algoritmos e poder computacional.

No nível mais básico, os sistemas de IA são treinados em enormes conjuntos de dados para reconhecer padrões e fazer previsões. 

Na verdade, os algoritmos não “compreendem” os dados como uma pessoa faria. Em vez disso, detectam relações matemáticas que lhes permitem fazer cálculos e classificações.

Por exemplo, uma aplicação comum de IA é o reconhecimento de imagens. 

Um sistema de reconhecimento de imagem é treinado em milhões de fotos rotuladas de objetos, animais, pessoas, etc. Ele usa algoritmos para detectar padrões visuais a partir dos dados de pixel que são característicos de cada item. 

Quando você fornece uma nova foto ao sistema treinado, ele analisa rapidamente os padrões para determinar o que está representado.

Esta abordagem de reconhecimento de padrões abstratos em dados pode ser aplicada a muitos domínios, incluindo linguagem, fala, estratégia de jogo e muito mais. 

No entanto, os sistemas de IA não têm uma compreensão e percepção humanizada nesse processo. 

Eles se destacam em tarefas restritas e bem definidas usando dados predefinidos, mas não conseguem raciocinar ou pensar com flexibilidade como os humanos.

Voltando ao exemplo do ChatGPT, se o seu comando para ele não for feito com um bom prompt, a entrega que ele vai gerar consequentemente também não será.

Entenda também quais são As Ferramentas Como Aliadas na Produtividade e Gestão no dia-a-dia de uma AV.

 

A IA pode substituir o ser humano?

Embora a inteligência artificial continue a avançar rapidamente, a IA ainda carece de capacidades humanas essenciais que tornam a intervenção do homem indispensável ​​em muitas funções. 

A IA não pode replicar totalmente a criatividade humana, a empatia e a tomada de decisões complexas. Em qualquer situação, o que vai diferenciar o homem do robô é o repertório que construiu ao longo da própria vida e que dá voz e condições de compreensão a tudo que está à sua volta, indiferente das informações.

A criatividade humana envolve imaginação, percepção e conexão de conceitos de maneiras inovadoras. Este pensamento flexível, subjetivo e imprevisível permite que as pessoas encontrem soluções subjetivas e diferentes para os problemas. 

Ou seja, para a IA as respostas são da área das “exatas”, para os humanos elas são uma mistura das  áreas “exatas com as humanas”, e é isso também que dá origem às falhas humanas.

Embora a IA continue a complementar as capacidades humanas através da automatização de tarefas rotineiras, a IA por si só não pode impulsionar a criatividade, a empatia ou o julgamento. 

E aqui está o ouro. 

A combinação da capacidade humana com a intervenção de resultados produzidos ou ações executadas com as IAs, é um ponto importante e de grande destaque que vai tornar as pessoas competitivas no mercado, ou não.

Muitos papéis poderão e irão mudar, mas os humanos com inteligência afetiva permanecerão insubstituíveis.

A IA já desempenha um papel importante em todos os setores, ajudando a impulsionar a eficiência, descobrir insights e elevar a experiência do cliente. 

Suas aplicações só continuarão a se expandir à medida que a tecnologia avança. 

Ela já é integrante da nossa vida cotidiana, muitas vezes de formas que nem sequer percebemos. Aqui estão alguns exemplos das IAs que estão presentes em nossas rotinas, e que facilitam o dia a dia das AVs:

Utilizando a Inteligência Artificial de Maneira Estratégica

A inteligência artificial pode ser uma aliada poderosa para profissionais em diversas áreas, incluindo assistentes virtuais. 

Aqui estão algumas dicas de como utilizar a IA estrategicamente para aprimorar seu trabalho e agregar mais valor aos clientes:

A chave é encontrar as ferramentas de IA que trarão maior produtividade e satisfação para você e seus clientes. 

Assista também o vídeo Organização e Produtividade | CAMILE JUST

As ferramentas de IA certas podem automatizar o que é repetitivo e, ao mesmo tempo, capacitar AVs a se concentrarem em desempenharem uma entrega de alto nível aos clientes, e também de aumentar o número de clientes que podem atender.. 

 

Incorporando IA em sua rotina de assistente virtual

Integrar inteligência artificial em seu fluxo de trabalho diário como assistente virtual pode ajudar a aumentar sua produtividade e eficiência. Aqui estão alguns exemplos práticos de como você pode começar a incorporar ferramentas de IA em sua rotina:

A chave é encontrar as ferramentas de IA certas que irão complementar suas habilidades e capacidades únicas. 

Comece devagar, escolha um assistente de IA para incorporar em uma tarefa repetitiva e avalie se ele está agregando valor antes de expandir o uso. Com a estratégia certa, a IA pode ajudar a desbloquear todo o seu potencial como assistente virtual.

Além do uso da IA, você também pode alavancar a sua carreira  através de novos conhecimentos e habilidades.

Te convido a participar de uma evento 100% online e gratuito: Segredos do Financeiro.

Este é um evento para quem deseja se destacar e conquistar oportunidades na área financeira. Isto é, para quem deseja fazer uma renda extra ou construir uma carreira com liberdade de tempo, lugar e dinheiro.

No evento, você vai descobrir como conquistar os melhores clientes e receber pelo menos R$2.500 por cada um deles.

Não perca essa chance de dar um up na sua vida profissional em serviços financeiros! Garanta já sua vaga em Segredos do Financeiro clicando no botão abaixo:

Clique aqui e se inscreva.

Um abraço, e até a próxima.

Publicações relacionadas

Comunicação não violenta nos negócios

Comunicação não violenta nos negócios

Produtividade e Organização
4 tipos Ferramentas para Começar a Trabalhar como Assistente Virtual

4 tipos Ferramentas para Começar a Trabalhar como Assistente Virtual

Ferramentas
4 Passos para ser Assistente Virtual

4 Passos para ser Assistente Virtual

Como começar