Empregado vs empreendedor

Trabalhar em Casa

Conheça as habilidades necessárias para cada modelo de trabalho, além de seus desafios e vantagens.

Crescemos ouvindo que precisamos estudar para conseguir um bom emprego. Acaba que, para muita gente, esta é a única opção por, simplesmente, não conhecer a possibilidade de outras. Desde pequenos as habilidades de um bom empregado são estimuladas em nós: na escola há sempre a figura de um professor ou orientador mantendo a ordem do ambiente  e indicando caminhos e comportamentos; na faculdade, por mais que exista um pouco mais de liberdade, o padrão é o mesmo.

Mudança de mentalidade

O modelo mental – ou mindset –  praticado é, em geral, o de empregado. Tanto que é difícil encontrarmos estímulos para características como inovação, pensar em respostas e saídas diferentes, ter responsabilidade independente de cumprir horários ou criar relacionamentos interpessoais durante nosso desenvolvimento como pessoa. 

Apesar de não serem estimulados para tal, muitos se despertam para o empreendedorismo e procuram uma alternativa ao padrão de emprego. Essa não é uma decisão fácil, afinal, fomos criados para sermos funcionários e, portanto, precisamos quebrar alguns paradigmas para  empreender. 

Neste post falaremos das vantagens, desafios e modelo mental dos dois modos de trabalho. Assim, se está em um momento de decisão, poderá tomá-la com base em informações seguras. 

Saiba mais: Assistência Virtual: O que é, como surgiu, quais as áreas e tendências de mercado?

Vida de empregado

Para estar inserido dentro do mundo corporativo e crescer nele é preciso ter habilidades e características como:

Esse modelo de trabalho tradicional tem suas  vantagens, como a possibilidade de se desenvolver dentro de uma área, estabilidade financeira mensal, direitos trabalhistas (férias, FGTS, 13º…), assumir menos riscos e ter uma jornada de trabalho diária determinada. Porém, existem alguns desafios também como dificuldade de balancear a vida pessoal e profissional por conta de horários fixos, ter que lidar com hierarquias muitas vezes não muito justas, ter baixo poder de decisão ou influência no negócio e teto de salário estipulado.

Vida de empreendedor

Por outro lado, pessoas que estão insatisfeitas com o modelo posto podem achar no empreendedorismo uma identificação. Para tal é preciso ter habilidades e características como:

Entre as principais vantagens de empreender estão ter horários flexíveis, equilibrar melhor vida profissional e pessoal, escolher o caminho do negócio, não ter teto salarial, poder ter uma visão estratégica sobre o negócio, inovar dentro da sua área, ter uma rede de networking além de uma única empresa, entre outros.

Saiba mais: Como alcançar a felicidade por meio de uma rotina flexível de trabalho 

Os desafios, porém, também são grandes: instabilidade financeira, necessidade de conseguir os próprios clientes, responsabilidade sobre o próprio sucesso, falta de segurança trabalhista, entre outros. 

Qual caminho escolher?

Para entender se chegou a hora de empreender ou não, o  ideal é entender o que é mais valioso para você. Se segurança financeira e trabalhista é o seu porto-seguro, talvez precise de um planejamento maior para trocar a CLT pelo empreendedorismo. Agora se equilíbrio da vida pessoal e profissional  e possibilidade de determinar o próprio caminho são mais mais relevantes, talvez esteja na hora de empreender. 

Se você quer empreender, mas não sabe como pode começar e quer usar suas experiências prévias de trabalho, conheça a carreira de Assistente Virtual

…..

Você se interessou e quer criar seu próprio trabalho como AV?

Conheça a Formação mais completa do mercado: Clique aqui e saiba mais!

Publicações relacionadas

Porque trabalhar como Assistente Virtual é uma tendência

Porque trabalhar como Assistente Virtual é uma tendência

Trabalhar em Casa
A diferença entre Assistente Virtual e Secretária Remota

A diferença entre Assistente Virtual e Secretária Remota

Mercado de Trabalho
Como atrair clientes?

Como atrair clientes?

Como Conseguir Clientes