Evite estes 5 Erros Comuns no Começo da Carreira de Assistente Virtual

Publicado em: 20/02/2024

Decidir seguir a carreira de assistente virtual é uma jornada repleta de aprendizados e desafios, afinal é uma profissão relativamente nova no Brasil, embora ganhe cada vez mais espaço. 

É normal cometer erros no início, afinal estamos lidando com um novo negócio, novas ferramentas e um novo mercado.

Porém, existem alguns equívocos clássicos que podem ser evitados seguindo as dicas de quem já passou por eles. Assim, você economiza tempo, evita frustrações desnecessárias e acelera o próprio crescimento profissional.

Aproveite e descubra como fazer a prospecção de clientes do jeito certo, basta clicar AQUI

Os 5 erros mais comuns cometidos por assistentes virtuais que estão iniciando sua carreira podem ser facilmente evitados. 

Erro #1: Não organizar o próprio negócio

Um dos motivos que faz com que uma Assistente Virtual não consiga organizar o próprio negócio, é o fato de não definir os nichos com os quais pretende trabalhar. 

Quando falamos em nichos, queremos dizer por exemplo: dentistas, médicos, advogados, pequenas empresas, profissionais liberais, etc. Ao definir os nichos que irão atender, fica mais fácil elaborar uma comunicação assertiva para atrair clientes.

Da mesma forma, é necessário construir uma comunicação consistente com a área de atuação. 

Ao criar os canais de comunicação, blog, site, Facebook, Instagram, por exemplo, muitas pessoas acabam postando assuntos aleatórios que não estão relacionados com a Assistência Virtual. E isso pode confundir as pessoas.

Por isso, é fundamental que o discurso da Assistente Virtual esteja alinhado com os serviços que irá prestar. 

Saber se posicionar e se comunicar de maneira clara e segura, traz mais recompensas para o negócio e gera um relacionamento confiável com as pessoas.

Para não cometer o erro de não organizar o próprio negócio, é importante definir seus nichos, criar uma comunicação consistente e conversar com pessoas reais para entender suas necessidades.

 

Erro #2: Não organizar e alinhar as perspectivas

A organização é fundamental para o sucesso de qualquer negócio, especialmente no início da jornada empreendedora. 

Muitos assistentes virtuais cometem o erro de simplesmente criar canais de comunicação e ficar esperando os clientes aparecerem, sem sair do movimento em busca de negócios.

É essencial fazer uma lista de clientes potenciais, como profissionais liberais, pequenas empresas, dentistas, advogados etc, e entrar em contato de forma proativa, seja por telefone, e-mail ou até mesmo pessoalmente. 

Reservar um tempo específico na semana para realizar as projeções também ajuda a criar o hábito e manter o foco.

Além de trazer novos negócios, a prospecção organizada transmite uma imagem de profissionalismo e competência. 

Mostra que o assistente virtual está comprometido em expandir sua carteira de clientes e tem uma abordagem estruturada. 

Clientes em potencial se sentem mais confiantes em contratar um profissional proativo e metódico.

Portanto, adotar a prospecção como um hábito fundamental nos primeiros meses de carreira é essencial para construir uma base sólida de clientes. 

Assistentes virtuais bem sucedidos sabem da importância de sair da zona de conforto e buscar por novos relacionamentos profissionais.

Para evitar o erro de não organizar prospecções, crie uma lista de clientes em potencial e procure formas de contatá-los, seja por telefone, e-mail ou pessoalmente.

 

Erro #3: Não se posicionar no mercado

Posicionar-se no mercado como assistente virtual é essencial para gerar reconhecimento e networking. Muitos AVs no início pecam por serem tímidos demais na hora de divulgar seus serviços. 

É preciso mostrar ao mundo o que você faz, atualizar constantemente suas redes sociais, contar para amigos e familiares que você é uma assistente virtual.

Quando você se posiciona dessa forma, as coisas começam a acontecer naturalmente. 

Pessoas que ficam sabendo sobre seu trabalho podem se interessar e contratar seus serviços. 

Eles também comentam com outras pessoas, gerando networking e restrição. 

Dessa forma, você aumenta sua substituição, autoridade e se torna referência na sua região ou no mundo digital.

Portanto, não tenha medo de se mostrar e dizer o que faz. 

Essa atitude proativa é essencial para gerar oportunidades e fazer seu negócio crescer. 

Foque em criar uma imagem profissional sólida e use suas redes sociais a seu favor. Quanto mais você se posicionar, mais chances terá de ser reconhecido e recomendado.

Para não errar em se posicionar no mercado, mostre-se nas redes, conte para amigos e familiares ou o que faz e se posicione como profissional da área. Isso gera alteração e autoridade.

Você pode conhecer histórias reais de mulheres que largaram a CLT e passaram a faturar 15 vezes mais, basta clicar AQUI

 

Erro #4: Não acreditar no próprio negócio

Formalizar o negócio como MEI e emitir notas fiscais pode transmitir confiança para o cliente, além de potencializar a sua mentalidade empreendedora.

Negativismo e descrição transmitem uma imagem ruim e afetam os resultados. 

É preciso focar no propósito do negócio e buscar motivação interna, celebrando cada pequena conquista. 

Visualizar o sucesso ajuda a enfrentar a realidade.

Ter objetivos claros, agir com profissionalismo e entusiasmo contagiante, inspirando confiança nos clientes. Sua atitude determina seu destino.

Para acreditar no próprio negócio, formalize-se, emita notas fiscais, tenha site e e-mail corporativo. Foque no propósito maior e seja positivo e confiante.

 

Erro #5: Não ter paciência

A paciência é uma virtude essencial para quem deseja empreender com sucesso. 

No início da carreira, é normal que os assistentes virtuais sintam ansiedade e expectativa para ver os resultados do seu trabalho. No entanto, construir um negócio leva tempo e dedicação.

Ter pressa em ver o retorno nem sempre é positivo. Muitas vezes, isso leva os iniciantes a ansiedade e rapidamente caem diante dos desafios iniciais. É preciso persistência e resiliência para superar as dificuldades que surgem.

Empreender exige cultivar a paciência dia após dia. Não adianta querer resultados da noite para o dia. 

É preciso persistir mesmo quando as coisas não saem como planejadas. Com calma e foco, os frutos virão no tempo certo.

Portanto, tenha paciência consigo mesmo e com o seu negócio. Invista tempo para aprender e melhorar suas habilidades. 

Construa relacionamentos genuínos e valorize cada pequena conquista. Com disciplina, você colherá bons resultados no futuro. Lembre-se de que a pressa é prejudicial à perfeição.

O segredo é encarar o processo empreendedor como uma maratona, e não como uma corrida curta. Controle a ansiedade, persista nos seus objetivos e avance cada passo. 

Para ter paciência, lembre-se de que os resultados levam tempo como uma planta. Investigue em conhecimento e relacionamentos enquanto os frutos não aparecem.

É como eu sempre digo, a transição de carreira é como atravessar uma ponte, e não pular de um precipício.

Você quer fazer a transição do trabalho convencional para trabalho remoto e se tornar uma Assistente Virtual de Sucesso? Então assista a aula gratuita AQUI, onde eu falo sobre como fazer isso. 

Se você chegou até aqui, certamente vai ganhar tempo e potencializar a sua carreira, afinal, comenta aqui aqui abaixo, se você já cometeu algum dos erros acima.

Publicações relacionadas