Não se sentia completa em sua carreira, até que se tornou assistente virtual

Publicado em: 11/08/2021

Todo pai e mãe sonha com o melhor para o futuro dos filhos. Porém, a diferença de gerações e expectativas quanto ao que significa ter uma “carreira de sucesso” pode gerar conflitos. O que muitas pessoas ainda creem é que o emprego tradicional, no qual você trabalha a vida toda em uma única empresa, é a única forma de ser bem-sucedido. Afinal, isso é o que foi ensinado lá atrás, um reflexo do fim da 2ª Guerra Mundial, onde as pessoas buscavam estabilidade. Era o melhor cenário naquele momento, mas o mundo mudou…

Mudanças que vieram com a transformação digital

Hoje, a tecnologia veio para modificar o formato de trabalho, fazendo profissões desaparecem enquanto novas surgem.  A própria compreensão de “carreira bem-sucedida” tomou outro significado. E para muitas pessoas insatisfeitas com os formatos quadrados da CLT, é a chance de ter um trabalho com propósito, que traga retorno financeiro e reconhecimento.

A Maria Fernanda é uma dessas pessoas, cujos pais queriam que ela seguisse em algo que não trazia alegria para ela:

“Meu pai sempre me quis concursada, estável. Minha mãe queria que eu fosse nutricionista de sucesso. Eu aprendi muito, ganhei uma experiência muito rica, mas não me sentia completa.”

Em 2020, Maria Fernanda viu a chance de construir uma carreira alinhada com seu propósito e que fosse uma profissão do futuro. Ela se envolveu completamente, usando o autoconhecimento para aceitar e acolher suas características e experiências. Para ela, que já vinha buscando outras maneiras de trabalhar, o curso foi essencial para que ela amadurecesse e aprendesse a focar em seu propósito para ter resultados.

De lá pra cá, atendeu entre 10 e 15 clientes e continua se desenvolvendo para crescer ainda mais na carreira. Sua meta agora é dobrar sua receita, ter uma equipe digital e ajudar mais pessoas em seus negócios e rotinas.

Ela já prestou serviços de secretariado para um estúdio de danças, migrando todo o sistema de gestão do estúdio para o digital.Também atuou na área clínica de nutrição por 8 anos, gerenciando contas, atendimento, agenda, recibos, NF, pós-atendimento, receitas, solicitação de exames, entre outras atividades.

E seu propósito continua firme:

“Poder ser eu mesma, do meu jeito, ajudando outros profissionais a alcançarem seu sucesso é incrível! Me sinto segura hoje, realizando meus sonhos.”

Como assistente virtual, Maria Fernanda tem mais tempo para planejar seus sonhos: ter um sítio com vários bichinhos, horta, cachoeira, onde ela possa ver o pôr do sol e nascer da lua e continuar trabalhando como assistente virtual, afinal, nesta profissão, qualquer lugar do mundo pode ser seu escritório.

Você se interessou e quer criar seu próprio trabalho como AV, assim como a Maria Fernanda?

Conheça a Formação mais completa do mercado: Clique aqui e saiba mais!

Publicações relacionadas