Como enfrentar as crenças que paralisam seus resultados na carreira de AV?

Publicado em: 6/02/2024

Diariamente um ser humano tem em média cerca de 60.000 a 80.000 pensamentos. Esses pensamentos são frutos das atividades cerebrais, que envolvem bilhões de neurônios, que são células especializadas e que se comunicam entre si, formando uma complexa rede. Eles trocam informações por meio de impulsos elétricos e substâncias químicas chamadas neurotransmissores. 

Essa comunicação resulta em tudo que pensamos, sentimos e fazemos.

Leia também Assistente Virtual: Conheça a Profissão que Está Mudando o Mercado de Trabalho.

 

Crenças Limitantes e o Impacto no Cérebro e Comportamento

Crenças limitantes são nada mais, nada menos, que conceitos ou percepções que uma pessoa adota. A maior parte delas tem origem na infância, e de alguma maneira restringem seu potencial ou ações. Essas crenças podem ser sobre si mesmo, sobre os outros ou o mundo em geral. 

Exemplos comuns de crenças limitantes incluem ideias como “não sou bom o suficiente” ou “não posso alcançar meus sonhos”.

Do ponto de vista científico, as crenças limitantes têm um impacto significativo em nosso cérebro e, consequentemente, em nosso comportamento. O cérebro humano possui uma característica chamada plasticidade neural, que é sua capacidade de se modificar com experiências e aprendizados. 

Quando adotamos uma crença, seja ela limitante ou capacitante, nossos neurônios formam novas conexões para suportar essa crença. Ou seja, se de um lado existem crenças que podem causar limitações, por outro existem crenças que podem fortalecer e transformar cenários.

As crenças atuam como filtros para a nossa percepção da realidade. Elas influenciam como interpretamos as situações e reagimos a elas. 

Por exemplo, se alguém acredita firmemente que não é “bom em falar em público”, essa crença pode gerar ansiedade e nervosismo sempre que essa pessoa precisar se apresentar, impactando negativamente seu desempenho.

Além disso, essas crenças podem se auto alimentar. 

O que isso quer dizer? 

O cérebro tende a procurar evidências que confirmem nossas crenças preexistentes, um fenômeno conhecido como viés de confirmação. Assim, se alguém acredita que não é capaz de alcançar sucesso, pode inconscientemente ignorar oportunidades ou não se esforçar tanto, criando uma realidade que reforça essa crença.

Para muitos, ao ler e compreender isso, uma certa sensação de preocupação pode assolar a mente, mas é importante ressaltar que as crenças limitantes não são imutáveis. 

Com consciência, porque é preciso compreender a existência da crença na sua vida, esforço e um protocolo de execução, é possível desinstalar crenças, substituindo-as por crenças fortalecedoras, aproveitando a plasticidade do nosso cérebro para criar novos padrões de pensamento e comportamento. 

 

Crenças limitantes mais comuns no dia-a-dia e na carreira de Assistentes Virtuais

As crenças estão em todos os seres humanos, não há como fugir delas. 

Assista também As maiores DIFICULDADES do começo como Assistente Virtual

Para aqueles que pensam, ou decidem seguir a carreira de assistente virtual, algumas crenças são relativamente comuns, como:

Não Sou Suficientemente Qualificado(a): Muitos assistentes virtuais podem sentir que não possuem as habilidades ou a formação necessária para realizar seu trabalho com eficácia. Essa crença impacta muito aqueles que estão começando a atuar na profissão.

Não Posso Concorrer com Tecnologias Avançadas: Com o avanço da inteligência artificial e de softwares de automação, alguns assistentes virtuais podem acreditar que não conseguirão se manter relevantes no mercado.

Meu Trabalho Não é Valorizado: como o trabalho remoto pode causar uma sensação de afastamento (por não ser num espaço físico), assistentes virtuais podem sentir que suas contribuições não são reconhecidas ou valorizadas.

Não Consigo Estabelecer Limites: Trabalhar de forma remota e com clientes diferentes pode levar a uma dificuldade em estabelecer limites saudáveis, levando à crença de que não se pode ter um equilíbrio entre vida pessoal e profissional.

Não Sou Capaz de Crescer na Minha Carreira: A percepção de que a carreira de assistente virtual tem um teto limitado, pode fazer com que profissionais sintam que não há espaço para crescimento ou desenvolvimento profissional.

Meu Trabalho é Instável: A natureza do trabalho freelancer ou contratado (PJ – pessoa jurídica), pode levar à crença de que a carreira é instável e insegura, diferente de quem trabalha como CLT.

Não Posso Ser Criativo(a) Neste Trabalho: Alguns assistentes virtuais podem acreditar que seu trabalho é puramente administrativo e não permite criatividade ou inovação. E isso paralisa o poder de inovar em suas tarefas e surpreender os clientes, ajudando o negócio a se tornar mais eficaz.

Nossa mente é um campo fértil onde sentimentos e crenças estão intrinsecamente conectados, criando frequentemente um ciclo vicioso. 

Sentimentos intensos como insegurança, medo ou rejeição podem plantar as sementes das crenças limitantes, ou alimentá-las. 

Por exemplo, a insegurança pode levar a acreditar que uma pessoa não é boa o suficiente, e essa crença reforça e alimenta mais sentimentos negativos, aprisionando-a em um ciclo de auto-sabotagem. Esse processo é um reflexo de como nosso cérebro trabalha, constantemente buscando confirmar nossas crenças existentes, mesmo que sejam ruins. 

Assim, sentimentos e crenças se entrelaçam, criando uma dinâmica desafiadora que pode impactar significativamente nosso comportamento e perspectiva de vida, e é por esse motivo que desenvolver, desbloquear e transformar crenças não é uma tarefa fácil. Vamos falar dos sentimentos e comportamentos mais comuns que alimentam o ciclo vicioso das crenças:

Medo de falhar

A ideia de começar um novo empreendimento, uma nova carreira e correr o risco de não ter sucesso pode fazer com que algumas pessoas nem tentem. Vozes internas dizendo “E se eu não conseguir clientes?”, “E se eu errar e deixar um cliente insatisfeito?”

Colocar muita pressão e tentar ser perfeito para ter sucesso garantido desde o início, pode impedir o começo. 

Ser um assistente virtual e abrir um negócio próprio sempre envolve riscos e possibilidade de erro. 

Por isso, ter claro que erros e fracassos são oportunidades de aprendizado e melhoria. O medo de falhar é um dos limitantes mais comuns que impedem as pessoas de seguirem uma carreira como assistente virtual, e pode se manifestar de várias formas:

Esse medo é compreensível, pois se trata de uma nova carreira, com muitas incógnitas. Porém, ele não pode se tornar um impedimento. Estudos mostram que cerca de 40% dos freelancers relatam que o medo de falhar já os fez desistir de algum projeto no passado.

Para superar, é preciso encarar o medo de frente e criar estratégias para contornar a situação:

Sentir-se incapaz

Outra crença limitante vem da sensação de não ser capaz o suficiente para ter sucesso como assistente virtual. Os pensamentos alimentam uma perspectiva de que é preciso saber e dominar absolutamente tudo desde o começo para conseguir clientes e realizar um bom trabalho. 

Pensamentos como: “Não sou inteligente o suficiente”, “Não tenho formação adequada”, “Não sei usar a tecnologia necessária”, são comuns.

Esse sentimento de incapacidade é um grande obstáculo, mas é importante lembrar que as habilidades podem ser desenvolvidas. Assim, o sentimento de incapacidade tende a diminuir à medida que a experiência é obtida, afinal,  a expertise vem com a prática. 

Algumas estratégias para superar esse bloqueio incluem:

Com dedicação e prática, é possível transformar a insegurança em uma sensação crescente de capacidade.

Perfeccionismo

Perfeição não existe. Nada é tão bom que não possa melhorar, o perfeccionismo apenas cria uma pressão desnecessária e pode levar à paralisia. Pessoas perfeccionistas podem:

Uma pesquisa da Universidade de Cambridge do Reino Unido descobriu que o perfeccionismo está associado a diversos problemas psicológicos, como depressão, transtorno obsessivo-compulsivo e fobia social. Pessoas perfeccionistas têm que cometer erros, falhar ou receber críticas, o que leva a procrastinar e evitar desafios.

Precisa ficar claro que todo negócio, toda carreira, todo trabalho, todo projeto tem um período de maturação, que precisa de processos para evoluir.

Algumas estratégias para lidar com o perfeccionismo:

Baixa autoestima

Esse sentimento é um dos mais poderosos e destruidores que existe. Algumas pessoas que desejam se tornar assistentes virtuais podem duvidar das mesmas e sentir que não são boas o suficiente para o trabalho. 

A baixa autoestima pode ser um grande bloqueio para quem quer se tornar um Assistente Virtual. Muitas pessoas se sentem inseguras sobre szuas habilidades e capacidade de aprender novas ferramentas e tecnologias permitidas para o trabalho.

Exemplos:

Sentir que não é inteligente o suficiente para exercer a profissão.

Estatísticas:

Como superar:

Cada pessoa tem talentos únicos para oferecer, e entender nossas habilidades e cuidar de desenvolver cada uma delas é o que faz com que o sucesso venha, afinal, ele é treinável. Conheça a história da Cintia Nobre e descubra o universo:  Assistente Virtual: Empreendendo em casa

Ter hábitos saudáveis que fortaleçam a autoestima é crucial para vencer os desafios.

Estratégias para enfrentar as crenças limitantes e transformar a performance e a carreira como AV

Enfrentar crenças limitantes requer esforço, clareza e consistência. Afinal, uma crença é um caminho que o cérebro tem como “conhecido” e que não requer muito esforço para ser percorrido, logo, a mente tende  a despertar gatilhos que te façam ficar preso ao tal ciclo que já é acostumado, e é por esse motivo que mudar leva tempo. Porém existem algumas estratégias práticas e bem poderosas  para iniciar essa mudança como:

Exercícios práticos e fáceis de aplicar na rotina, para desinstalar crenças limitantes

Liste 3 argumentos lógicos que contradigam cada uma das suas principais crenças limitantes: 

Ex: você pode se achar muito velha para trocar ou começar uma nova profissão. Para quebrar a crença da idade, escreva em um papel que você vai deixar preso num lugar que veja constantemente, toda vez que passar por ele, leia as novas afirmações. Existem estudos que comprovam que o cérebro humano não sabe diferenciar o que é real, do que não é, por isso, desta forma você percebe que ao verbalizar essas novas crenças, estará convencendo a sua mente delas, facilitando o processo de mudança na sua vida; 

Tome uma decisão irreversível sobre algo que você queira mudar: 

Quando nos sentimos incomodados com algo, com algum resultado, passamos a olhar mais atentamente para aquela situação. Preste atenção, isso é um sinal de que algo precisa ser modificado na sua forma de executar as ações na sua rotina que estejam ligadas aquela sensação de fracasso. 

Ex: você se sente muito cansada, exausta, mas não tem rotina para dormir, ou dorme madrugada adentro. Existem estudos que comprovam que o quanto o sono é responsável pelo equilíbrio do funcionamento do corpo físico e mental. Logo, se você estiver sentindo cansaço exaustivo tome uma decisão radical quanto ao ritual que envolve seu descanso. Estipule horário para dormir e para acordar, fique longe dos eletrônicos antes de dormir, e ao iniciar o dia. Com essa decisão tomada, comece a mudar as coisas à sua volta que impulsionam aquele modo de agir antigo. É o movimento que você faz que vai determinar o quanto sua decisão vai se manter firme.

Esse exercício pode, e deve, ser usado para todas as áreas da sua vida, afinal ele é muito poderoso. 

O ideal é que não tome muitas decisões em conjunto, vá por etapas transformando em partes da sua vida, e dê adeus a crenças limitantes  e padrões que destruíam sua performance.

Cerque-se de pessoas com o mesmo objetivo que você:

Já ouviu falar do poder da comunidade?

As comunidades possuem um poder significativo em diversos contextos. Um delas é nas maneiras pelas quais a participação em uma comunidade pode influenciar positivamente a superação de crenças limitantes através de:

Por esses motivos, temos uma comunidade tão ativa dentro da FAV. Lá é o local onde você vai encontrar o apoio que precisa. Onde outros profissionais enfrentam desafios semelhantes, e isso pode te ajudar a mostrar novos caminhos para soluções imediatas, e até mesmo ensinar novas formas de executar as situações e tarefas no dia-a-dia, apenas absorvendo como elas lidam com situações semelhantes. Sem falar que é um ambiente potencial, onde  você pode se conectar com outras mulheres com desejos semelhantes aos seus e que deram conta de construir uma carreira promissora.

Para fazer parte da comunidade da FAV, você pode entrar na lista de espera da nossa próxima turma.

Se esse conteúdo foi útil para você, e o seu desejo é saber tudo sobre o universo de uma assistente virtual em primeira mão, essa carreira que é tão flexível e cheias de oportunidades, com as notícias e dicas do que acontece nesse mercado, quero te convidar a participar das aulas semanais lá no canal do YouTube. 

Lá você vai ter acesso a conteúdos valiosos e que trazem tendências de mercado em primeira mão sobre a jornada e carreira de assistente virtual, as possibilidades de crescimento na área, cases de sucesso, e tudo o que é relevante para aprimorar suas competências. 

Só tem uma coisa importante que você precisa saber, as aulas são verdadeiros guias, e por serem tão valiosas elas não ficam disponíveis para replay, esteja ao vivo toda segunda-feira às 17 horas.

Para não perder nada e garantir seu acesso a aula, acesse AQUI e faça seu cadastro gratuitamente.

E aí, o que achou do conteúdo, conta para gente aqui embaixo!

Publicações relacionadas